Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Bem-vindo

por Teresa Power, em 25.11.13

Pedi aos alunos para ligarem os computadores, a fim de darmos início a uma pesquisa para a aula de Inglês. Pouco depois, um dos meus alunos mais irrequietos, famoso pelas suas faltas disciplinares, chamou-me. Fui junto dele e vi o seu sorriso aberto, enquanto apontava para o "ambiente de trabalho" prestes a abrir: "Vê, professora, o único lugar onde sou "Bem-Vindo"!

Ser católico é também fazer os outros sentirem-se bem-vindos à nossa vida, todos os dias e a toda a hora. Jesus era capaz de acolher até os mais rejeitados pela sociedade, desde as pecadoras públicas aos leprosos ou aos samaritanos. Será que o meu sorriso, as minhas palavras e os meus gestos transmitem esta mensagem de acolhimento e amor? Nem sempre. Talvez vezes demasiadas, a minha impaciência ou irritabilidade levam os outros - amigos, alunos, marido ou filhos - a sentirem-se intrusos junto de mim. "Bem-vindo!" O meu aluno sentiu-se mais acolhido pela máquina do que por mim. Perdão, Senhor!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:55




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds


livros escritos pela mãe

Os Mistérios da Fé
NOVO - Volume III

Volumes I e II



Pesquisa

Pesquisar no Blog  


Arquivos

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D