Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



A verdadeira meta curricular

por Teresa Power, em 06.09.14

Ontem fui buscar os manuais escolares do Francisco, da Clarinha, do David e da Lúcia ao colégio. A pilha de livros era tão alta, que um simpático funcionário se ofereceu para me ajudar a levar tudo até ao carro!

Quando cheguei a casa, tinha a Lúcia à minha espera junto do portão. Estava desejosa de ver os seus livros novos.

- Lúcia, tenho boas novidades para ti - Disse-lhe, ao sair do carro. - A tua professora vai ser a professora do Francisco! Ele gostava muito dela! E os teus livros são muito bonitos. Olha só!

Felicíssima, a Lúcia ajudou-me a levar os seus manuais para casa e sentou-se a folheá-los. Depois guardou-os cuidadosamente na sua mochila a cheirar a novo:

 

O David, o Francisco e a Clarinha não pareceram assim tão entusiasmados com os manuais novos, mas estão igualmente impacientes por rever os amigos e regressar à escola. A Clarinha decidiu fazer a sua própria mochila:

 

 

Está ou não bonita?

 

 

E o Francisco anda às voltas com os Maias... Como o interesse não parece ser muito (passe o eufemismo), ficou acordado que a leitura dos Maias (que tem de estar concluída antes das aulas começarem) serve de desculpa para não arrumar a cozinha! Talvez funcione...

 

A escola está à porta. Com ela, é uma grande caminhada que recomeça! S. Paulo alerta-nos:

 

"Eu corro, mas não sem direcção; eu luto mas não como quem dá socos no ar." (1Cor 9, 26)

"Corro para a meta, para o prémio celeste, para Deus que nos chama..." (Fil 3, 14)

 

Para onde corremos nós? Hoje nas escolas fala-se em metas curriculares e em muitas outras coisas que ninguém sabe exactamente o que é. E corre-se tanto sem direcção! No início de mais um ano lectivo, precisamos de saber qual é na verdade a nossa grande meta. Na escola, no meio do estudo intenso, junto dos colegas, dos amigos, dos professores e daqueles de quem não gostamos tanto, no recreio e dentro da sala de aula, na cantina ou em casa, a grande meta é sempre o Céu. Não o percamos nunca de vista...

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:03


3 comentários

De Maria a 06.09.2014 às 11:49

Obrigada Teresa! Essas eram as palavras que eu precisava de ouvir hoje!

De Teresa Power a 06.09.2014 às 17:15

O Espírito Santo sabe sempre o que faz :) Ab

De carla a 10.09.2014 às 00:08

Parabéns Clarinha... Está de facto fantástica. Vais ser com certeza original... Que nossa senhora te acompanhe neste novo ano difícil e que a tua mochila tenha sempre um sorriso lá dentro.
É pena que os seres pensantes das nossas escolas não percebam que atenção, amor, ética e disciplina devam ser as primeiras metas curriculares a atingir. Se assim fosse, todas as outras estariam tão mais próximas e a vida de professores e alunos seria tão mais rica.... Que nossa senhora esteja com todos os alunos que vão iniciar este novo ano.....

Comentar post




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds


livros escritos pela mãe

Os Mistérios da Fé
NOVO - Volume III

Volumes I e II



Pesquisa

Pesquisar no Blog  


Arquivos

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D