Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Decálogo de S. João XXIII

por Teresa Power, em 03.06.14

No retiro, durante o Workshop para mães, alguém me dizia:

- Tudo o que ouvimos aqui é verdade e extremamente belo, mas... Como havemos de fazer para manter o entusiasmo? Parece-me muito difícil pôr em prática o que aqui escutámos todos, todos os dias da vida! É que há alturas tão complicadas... Não sei como vou conseguir.

Só conheço uma solução, que está nos evangelhos:

 

"Não vos preocupeis com o dia de amanhã, pois o dia de amanhã já terá as suas preocupações. Basta a cada dia o seu problema." (Mt 6, 34)

 

Então, no dia de hoje, vou dar tudo por tudo para ser santa. No dia de hoje, vou ser paciente. No dia de hoje, vou rezar. No dia de hoje, vou pôr em prática o Evangelho. Se eu não olhar para o futuro, se eu acreditar que só tenho o dia de hoje para ser santa, pois o amanhã pode nunca chegar, então tudo se torna simples.

O novo santo da Igreja, S. João XXIII, deixou-nos este belíssimo decálogo, que aqui partilho convosco:

 

Decálogo de S. João XXIII

 

1- Só por hoje, tratarei de viver exclusivamente o dia de hoje, sem querer resolver os problemas da minha vida de uma só vez.
2- Só por hoje, terei o máximo cuidado com os meus atos; serei cortês nas minhas maneiras, não criticarei ninguém e nem pretenderei melhorar ou disciplinar ninguém, senão a mim mesmo.
3- Só por hoje, serei feliz na certeza de que fui criado para a felicidade não só no outro mundo mas neste também.
4- Só por hoje, adaptar-me-ei às circunstâncias, sem pretender que elas se adaptem a todos os meus desejos.
5- Só por hoje, dedicarei dez minutos do meu tempo a uma boa leitura, recordando que, assim como o alimento é necessário para a vida do corpo, a boa leitura é necessária para a vida da alma.
6- Só por hoje, farei uma boa ação e não o direi a ninguém.
7- Só por hoje, farei pelo menos uma coisa que não desejo fazer e se me sentir ofendido nos meus sentimentos, procurarei que ninguém o saiba.
8- Só por hoje, farei para mim um programa detalhado; talvez não o cumpra integralmente, mas ao menos escrevê-lo-ei. E guardar-me-ei de duas calamidades: a pressa e a indecisão.
9- Só por hoje, acreditarei firmemente que, embora as circunstâncias demonstrem o contrário, a providência de Deus se ocupa de mim como se não existisse mais ninguém no mundo.
10- Só por hoje, não terei temores. De modo particular, não terei medo de gozar o que é belo e de crer na bondade.

Na nossa macieira, as flores já deram lugar aos frutos... Nem demos pela transição! A cada dia que passa, as maçãs vão crescendo e ficando mais bonitas.

 

Um dia de cada vez, vivendo intensamente e santamente o presente, também a nossa vida - sem darmos conta - florirá...

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:39


6 comentários

De Olívia a 03.06.2014 às 08:59

Começar o dia irritada porque as coisas não correram como planeado... porque as filhas demoram para se despacharem para sairmos de casa a horas... porque estou preocupada com a semana que vem, com o mês que vem... agitada, preocupada, assustada... (valeu a oração da manhã no carro que me deixou um pouco mais calma)... chegar ao trabalho, a horas, ligar o computador e ver o post de hoje deixou-me sem palavras... alguém escreveu para mim... como se Deus me dissesse: «ai estás assim? Espera lá que vais ter uma surpresa quando ligares o computador» E agora vou passar os próximos momentos/dias a "digerir" este belo diálogo de S. João XXIII.

(Ao serão estamos a fazer o nosso Sagrado Coração de Jesus e a preparar o Pentecostes!)

Obrigada

De Maria de Jesus - S.Pedro Sul a 03.06.2014 às 10:10

Faço minhas as palavras da Olivia.
Muitas vezes tenho perguntado a mim mesma como conseguir pôr em prática tantos ensinamentos, como conseguir planear e organizar tudo no meio da azáfama do dia-a-dia.
Ora aqui está uma bela resposta, que só poderia ser divina.
Obrigado Teresa por partilhar connosco tão belos ensinamentos.
Adorámos a ideia do Sagrado Coração de Jesus, também estamos a trabalhar nela.

Um Abraço da família Nunes

De Anónimo a 03.06.2014 às 13:12

só por hoje... o dia nasceu e Deus disse-nos um bom dia! e nós quase esquecemos o Amor com que Ele nos aguarda ao acordar e... nem bom dia dizemos, por vezes!!!

o Amor de Deus constrói-nos a partir de dentro e nem sempre nos deixamos amar...

Um bom Dia Teresa... um Bom dia meninos... um Bom dia Niall!!!

Um bom dia, num dia bom, com a Graça de Deus!

E imenso carinho dos amigos...

Rita, João Pedro, João e Beatriz

De Sara Isabal a 04.06.2014 às 21:16

Querida Teresa, de facto continuo a ter dificuldade em implementar todo o aprendizado do retiro. Por vezes o que era suposto fazer-se em família acaba por ser feito só por mim, o que me deixa um pouco triste; mas não desisto até porque o meu filho referiu que desde que rezamos o terço e lemos a bíblia a vida corre-lhe melhor...nem que seja só por isso já vale a pena. Para mim desde que estejamos todos de saúde já corre bem porque o resto tudo se arranja.
Tenho começado ler por algumas passagens da bíblia que a Teresa referiu no retiro. Adoro, entre outras a parte dos provérbios e dos salmos e vamos andando devagarinho e sem grandes conhecimentos do assunto.
Obrigado por este post , pois através dele apercebo-me que não sou eu a ter dificuldades.

De Teresa Power a 04.06.2014 às 21:53

Olá Sara! Começar é sempre assim: custa, não apetece, parece tarefa impossível... Como a natação! Custa no início, depois ganhamos o ritmo, e por fim descobrimos que sabemos nadar! Que bom que pelo menos a mãe reze o terço e medite a Bíblia! Dia após dia, sem dar por isso, toda a família estará a acompanhar, como aliás já vai acontecendo... Força, vamos viver HOJE apenas as Cinco Pedrinhas! Ab, unidas em oração, Teresa

De ana santos a 05.06.2014 às 22:38

O decálogo de S.João XXIII é maravilhoso, é um "livro" de instruções para uma vida mais serena e mais feliz. Devíamos ter sempre presente o nº 9, e tudo seria mais simples, mais fácil, mesmo a tristeza, e o desespero desapareceria.
Talvez como uma "tragédia" para uma criança diminui, quando é confortada pela mãe, também nós nos devíamos mais vezes deixar envolver pelo amor do Pai, e abandonarmo-nos Seu colo.

Comentar post




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds


livros escritos pela mãe

Os Mistérios da Fé
NOVO - Volume III

Volumes I e II



Pesquisa

Pesquisar no Blog  


Arquivos

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D