Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Duas missas, dois rosários e a Mãe de Caná

por Teresa Power, em 14.07.14

Na sexta-feira de manhã, o entusiasmo das crianças era enorme: estávamos prestes a partir para Proença, para fazermos o nosso quinto retiro Famílias de Caná!

- Quanto tempo é a viagem, mamã? - Perguntou o David, aos saltos.

- Duas horas. É muito tempo, por isso não vale a pena começar logo a perguntar se já chegámos!

O David foi a correr ter com a Lúcia.

- Então, já sabes quanto tempo demoramos? - Perguntou a Lúcia.

- Duas missas - Respondeu o David...

 

Começámos a viagem. Como sempre, distribuí terços pelos meninos para rezarmos pelo caminho.

- Dá tempo para rezarmos o terço, mamã? - Desta vez, a pergunta veio do António.

- Dá tempo para rezarmos muitos terços. Olha, dá tempo para dois rosários - Respondeu o Francisco. E acrescentou muito depressa: - Mas não te preocupes, porque só vais rezar um terço!

Na verdade, o terço familiar, na nossa casa, não demora mais do que quinze minutos. Se cada rosário são quatro terços - mistérios da alegria, da luz, da dor e da glória - então cada rosário é uma hora de oração!

Tão bom, quando os nossos filhos medem as distâncias em terços e em missas...

 

Amanhã conto-vos tudo sobre o nosso retiro em Proença. Bem, tudo não, porque o melhor não dá para contar... Quem lá esteve sabe que é verdade!

Por hoje, deixo-vos com uma imagem da Mãe de Caná feita com feltro, da nossa grande artista Clarinha. Fê-la para oferecer à Rute e ao Serge, em casa de quem ficámos alojados, e tratados como reis! Se quiserem que a Clarinha vos ofereça uma linda imagem da Mãe de Caná, para fazerem um quadro, peçam para o mail!

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 06:30


2 comentários

De Sofia Dias de Matos a 14.07.2014 às 14:04

Amigos,
felizmente participámos em família no retiro em Proença-a-nova.
Felizmente porque de facto como me tinha referido a Carmina, é de facto à nossa medida. Como todos vocês já conhecem a nossa vida, sabem que é muito difícil para nós comprometer-mo-nos com antecedência, o que acontece é que quando nos comprometemos, muitas vezes à ultima da hora não podemos ir, e quando não nos comprometemos, às vezes podemos de facto ir, mas como não nos tínhamos inscrito, não vamos...
Assim, desta vez, a nossa Igreja estava de facto pronta para nos acolher e quando telefonei às 2h da tarde de 6ª feira a dizer que não conseguia ter a certeza se conseguiríamos ir, ouvi do outro lado do telefone A resposta que me encheu o coração: " Será então uma agradável surpresa se conseguirem vir, ficaremos muito felizes com a vossa presença". - Assim, uma resposta sem compromisso que nos comprometeu a estar e às 2h da manhã fizemo-nos ao caminho...
Neste telefonema não houve mais nenhuma questão, apenas 1: "E que idade têm os vossos filhos? É que queremos preparar as atividades adequadas às suas idades". Mais nada: nem se são católicos, nem se vão à missa, nem mais nada... a única atenção foi saber qual a forma de que os nossos filhos estivessem integrados!!! Fiquei obviamente maravilhada. Neste grupo os nossos filhos foram uma bênção! Esta Igreja que nos convida a ter filhos, teve a grande capacidade de os acolher com o mesmo amor e importância que acolheu o casal para o retiro!
Senti a humildade do acolhimento à Família. Não foi preciso grande coisa: Um almoço partilhado numa mesa farta posta por quem tem a capacidade que querer dar ao outro. Todos levaram em abundância, todos deram em abundância... e sobrou, sobrou bastante comida...
É esta igreja pobre, para pobres, cheia de tesouros interiores que encontrámos! Viemos riquíssimos!
Foi muito bom! GRAÇAS A DEUS!

De Edu a 18.07.2014 às 17:30

Que grande graça poder participar neste encontro!
Agradeço a todos pela partilha, pela disponibilidade e pelo espírito de entrega. Agradeço a Deus por todos!
Um abraço,
Edu

Comentar post




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds


livros escritos pela mãe

Os Mistérios da Fé
NOVO - Volume III

Volumes I e II



Pesquisa

Pesquisar no Blog  


Arquivos

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D