Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Ele já lá vem

por Teresa Power, em 05.02.14

Acordar de manhã, abrir as portadas de par em par, e dar de caras com... a chuva. Chuva, chuva, sempre chuva. Filas intermináveis para a escola, que todos querem ir de carro, pois está a chover. O jardim é um lamaçal tão grande, que as únicas criaturas que lá se atrevem a brincar são... as galinhas:

 

 

Na verdade, o galinheiro está tão cheio de lama, que não temos coragem de as manter lá dentro. Assim, enquanto a chuva for caindo abundante, as nossa galinhas têm tratamento VIP e direito a um jardim inteiro só para elas:

 

A confiança é tal, que gera alguns abusos, como podem ver na foto que se segue:

 

 

Enfim, ainda não choveu o suficiente para as abrigar dentro de casa...

 

Mas ontem, do meu quarto, olhei com um pouco mais de atenção o meu jardim da frente. E o que vi encheu-me de alegria. Abrindo as portadas, saltei para a relva para me certificar de que não me enganara. Depois peguei na máquina fotográfica e tirei esta foto, para poder partilhar convosco o que vi:

 

 

É mesmo verdade: a primavera já está a caminho! E por muita chuva que caia, por muito frio que faça, no meu jardim há testemunhas de que ela já lá vem! Nada a poderá deter agora!

 

O mundo de hoje assemelha-se muitas vezes a um dia frio de inverno. Por todo o lado vemos sofrimento, crise, desespero. As televisões falam das histórias tristes da guerra lá longe, das praxes cá dentro, da violência generalizada entre seres humanos. Quando nos cruzamos com as pessoas e perguntamos "Como estás?" as respostas variam entre o "Vai-se andando" até ao "Menos mal".

E no entanto, a primavera já está a caminho. Nos primeiros tempos do cristianismo, os cristãos tinham muita pressa em anunciar a todos o Evangelho, pois acreditavam que Jesus estava mesmo a chegar, e tudo se resolveria numa questão de dias, talvez meses. Depois, com o passar do tempo, os cristãos tomaram consciência de que o "breve" de Deus é diferente do nosso "breve". E perdeu-se o entusiasmo.

Mas o Senhor está a chegar! Não há como deter os seus passos apressados. E nós, cristãos, somos os rebentos floridos da sua vinha, testemunhas da sua presença escondida mas actuante. É preciso que as nossas palavras, o nosso sorriso, a nossa alegria, os nossos gestos e a nossa oração encham o mundo de sinais primaveris.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:41




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds


livros escritos pela mãe

Os Mistérios da Fé
NOVO - Volume III

Volumes I e II



Pesquisa

Pesquisar no Blog  


Arquivos

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D