Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Madeira verde

por Teresa Power, em 31.01.15

O frio que se tem feito sentir neste inverno obrigou-nos a comprar mais dois metros de lenha, pois durante o fim-de-semana, é preciso manter a lareira acesa durante todo o dia. Contudo, a lenha que comprámos nesta segunda leva não tem a qualidade da primeira: está verde, cheia de água, assobiando na lareira quando tentamos acender o lume. Que difícil que é fazer arder lenha verde! Acendalha após acendalha, fósforo após fósforo, e o fogo não se ateia. Que desilusão! Chegar a casa ao fim do dia e ter de me concentrar na lareira, enquanto tantas outras coisas - e pessoas - precisam da minha atenção, é desesperante!

- Tu consegues, mamã, força! - Animam-me os mais novos, a meu lado, estendendo-me pequenas achas. E depois dizem uma frase muito simpática: - Se cá estivesse o papá, já tinha conseguido!

Mas o pai só chega perto da hora do jantar, e entretanto é preciso aquecer a sala. Finalmente, com o fogo aceso, escutando a água a evaporar-se lentamente da lenha a arder, deixo-me cair ao lado da lareira com a Sara ao colo. E fico a pensar naquela belíssima e épica passagem do profeta Elias: reunindo todo o povo, Elias preparou um altar de pedra, colocou nele a lenha e sobre esta, o animal para o sacrifício. Depois, fez um sulco a toda a volta do altar, derramando nele doze talhas de água, que fizeram transbordar o sulco. Como podia o fogo atear-se sobre um altar encharcado assim?

 

“À hora do sacrifício, o profeta Elias aproximou-se, dizendo: ‘Senhor, Deus de Abraão, de Isaac e de Israel, mostra hoje que és Tu o Deus em Israel, que eu sou o teu servo; às tuas ordens é que eu fiz tudo isto. Responde-me, Senhor, responde-me! Que este povo reconheça que Tu, Senhor, é que és o Deus, aquele que converte os corações.’ De repente, o fogo do Senhor caiu do céu e consumiu o holocausto, a lenha, as pedras, a lama e até mesmo a própria água do sulco.” (1Rs 18, 36-38)

 

Uma leitora muito querida do blogue enviou-me o mail, falando-me do seu esforço vão em procurar crescer na fé. Já abrira a Bíblia várias vezes, já procurara contar as histórias da Bíblia à filha mais velha, de seis aninhos, e vira-se incapaz de lhe responder às suas mais elementares perguntas infantis. "Não vale a pena!" Dizia-me ela.

Quando nos descobrimos lenha verde, achamos que nunca vamos conseguir "pegar fogo", não importa o quanto nos esforcemos. Mas a boa notícia é que, a Deus, nada é impossível, e a história do profeta Elias prova-o bem! Não foi a qualidade da lenha, muito menos toda a porcaria e toda a lama que a rodeava, que fez atear o fogo, mas tão somente a graça divina, que sempre se sente atraída por tudo o que é fraco, pobre, pequeno e mal cheiroso.

Eu também sou lenha verde, encharcada de pecado, de vaidade, de orgulho, de ignorância, de respeitos humanos. Sozinha, nunca conseguirei atear em mim o fogo do Senhor... No entanto, se eu perseverar em oração, como Elias, se eu me ajoelhar e suplicar ao Senhor que converta o meu coração, que me responda, que faça descer sobre mim o seu fogo, então verei como num instante, tudo será consumido - o holocausto, a lenha, as pedras, a lama e até a própria água do sulco...

DSC00804 (2).JPG

 

DSC00788.JPG

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 06:30


8 comentários

De Nathalie Ribeiro a 31.01.2015 às 15:50

Perseverar em oração... Estas palavras me tocam profundamente porque eu também sou lenha verde!
Uma vez uma pessoa disse-me que Deus não obriga ninguém, que nós temos que estar dispostos e com o coração aberto para ouvir a Sua voz e aceitar a Sua vontade. Com esse texto, percebi que a melhor maneira de ouvir o Senhor, de "pegar fogo" é mesmo colocar a oração como uma prioridade em minha vida...

Obrigada mais uma vez Teresa!

Grande Abraço!

De Bruxa Mimi a 31.01.2015 às 17:53

De manhã, antes de ler o post, só pelo título, pensei noutra passagem da Bíblia, nas palavras de Jesus a caminho do Calvário: "Filhas de Jerusalém, não choreis por mim, [...]. Porque se tratam assim a madeira verde, o que acontecerá à seca?" (Lc 23, 28-31)

Voltei cá para ler os comentários e voltei a lembrar-me desta passagem, que conheço mais de um cântico do que propriamente de ler na Bíblia (tive de a procurar para escrever a citação) e fiquei a pensar que a madeira verde aqui é a "boa", a "má" é madeira seca... Não quererás investigar o assunto, querida Teresa, para bem de todos nós que lemos o que escreves?

De Teresa Power a 31.01.2015 às 21:07

Sim, Bruxinha, eu conheço essa passagem e também me ocorreu citá-la. Depois de a ler na Bíblia, confirmei que, nesse caso, Jesus utiliza a comparação com os dois tipos de madeira exatamente no sentido oposto: a madeira verde é Jesus, exatamente porque não arde facilmente, isto é, é forte em si mesma, não se deixa levar, não se deixa destruir e consumir por todos os problemas que podem atacar; a madeira seca somos nós, a quem uma pequena chama destrói - uma pequena dor, um pequeno problema é capaz de nos deitar abaixo! Enfim, Jesus fez a sua comparação, mas Elias tinha falado antes desta outra madeira encharcada, que só o fogo do céu faz arder. São comparações distintas, como aliás acontece com vários outros elementos naturais na Bíblia! Bjs! Teresa

De Olívia a 31.01.2015 às 22:16

Que bem que me sabem estas catequeses!

De Bruxa Mimi a 01.02.2015 às 12:36

Teresa, posso garantir-te que não me passava pela cabeça que não conhecesses a citação que fiz, atendendo, entre outras coisas, aos livros que já escreveste e que implicaram leituras e releituras da Palavra de Deus! :-)

Obrigada pelo outro ponto de vista. Também sei que isso acontece noutras situações, ao longo da Bíblia.

Beijinhos,
Mimi

De Teresa Power a 01.02.2015 às 12:49

Ah, Mimi, há tanto que eu não sei! Mas escrever os livros foi seguramente uma escola bíblica intensiva! Bj

De Carla a 02.02.2015 às 12:42

Bruxa Mimi, podes crer uma coisa, a Teresa é doutorada.
Nós andamos na 1ª classe.....

Comentar post




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds


livros escritos pela mãe

Os Mistérios da Fé
NOVO - Volume III

Volumes I e II



Pesquisa

Pesquisar no Blog  


Arquivos

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D