Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



O cubo e Palavra

por Teresa Power, em 05.03.15

Um dos passatempos do Francisco é resolver o Rubik's Cube (cubo mágico). Recebeu o seu primeiro cubo num aniversário, ainda em criança. Durante alguns anos, pouco lhe tocou. Um dia, encontrou na net um PDF com dicas de resolução, imprimiu-o e decidiu experimentar. Primeiro com as indicações à frente, depois já sem papel, aprendeu a resolver o cubo todo, e a fazê-lo cada vez mais depressa. De alguns minutos, foi diminuindo o tempo de resolução, até conseguir fazer o cubo em cinquenta segundos.

No verão passado, um dos projetos do Francisco foi aprender a resolver o cubo em menos de vinte segundos. Para o conseguir, precisou de memorizar vinte algoritmos diferentes. A cada dia, o Francisco memorizava dois ou três.

Num destes fins de tarde, em que eu pensava que o Francisco estava calmamente no quarto a estudar, vi o meu filho aos saltos de alegria.

- Que se passa, Francisco?

O Francisco tinha o cubo numa mão e, na outra, o relógio de pulso, com cronómetro:

- Consegui bater o meu record pessoal! Resolvi o cubo em quinze segundos!

cubo.JPG

Outro dia, no grupo de oração, a Clarinha viu-se bastante aflita para encontrar na sua Bíblia a passagem enunciada. Ela escutara as palavras: Carta aos Filipenses, capítulo 3, versículo 1 a 12. Mas depois... Como traduzir estas indicações em Palavra? A seu lado, ajudei-a a procurar. Lembrei-me então do cubo mágico...

Dá jeito conhecer os "algoritmos" que nos permitem procurar na Bíblia a Palavra de Deus. E quanto maior a nossa prática, mais depressa encontramos as passagens que nos falam ao coração. Há algumas que é bom  conhecer "de cor", "de coração", para estarem mais acessíveis na memória quando delas precisamos. No meio de uma aula complicada, ou de um engarrafamento de trânsito, ou numa cama de hospital, sabe tão bem deixar a Palavra de Deus descer à nossa memória para nos apaziguar! Eu gosto de repetir baixinho o salmo do Bom Pastor (Sl 22/23) antes de entrar em algumas aulas ou reuniões, ou o Hino da Caridade (1Cor 13) quando estou prestes a perder a paciência, por exemplo.

Por onde começar? O ideal seria por um curso bíblico, mas na sua falta (e eu nunca fiz nenhum) podemos sempre começar por ler o índice da Bíblia, perceber um pouco como estão agrupados os livros, ler as introduções, que nos situam no tempo e no espaço. Depois, podemos seguir a sugestão de Bento XVI e ler, do princípio ao fim, um livro inteiro da Bíblia. Podemos repetir este gesto até termos lido por inteiro todos os livros da Bíblia, mesmo sem compreender tudo. Os cartões bíblicos vão-nos oferecendo pequenos versículos para memorizar, meditar, viver. Finalmente, há imensos jogos que podemos fazer em família: "Quem encontra mais depressa uma passagem na Bíblia sobre pastores?" "Quem é o primeiro a abrir em Ex 2, 10?" "Quem sabe em que livro vem a história do Rei David?"

Tal como o cubo mágico, a Palavra só é enigmática para quem não tem tempo ou vontade de praticar e memorizar algumas coisas... Chamemos-lhe "os algoritmos da Palavra"!

Se tiverem sugestões para que todos possamos aprender os "algoritmos da Palavra", venham elas daí :)

 

"Trarás no teu coração todas estas palavras que hoje te ordeno. Tu as repetirás muitas vezes e delas falarás, quando estiveres sentado em casa ou a caminhar, quando estiveres deitado ou andando pelos caminhos..." (Deut 6, 6-7)

DSC01192.JPG

PS - Já recebi algumas fotografias de alguns Cantos de Oração quaresmais. Querem enviar-me as vossas, para depois eu as mostrar num post?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 06:25


15 comentários

De Bruxa Mimi a 05.03.2015 às 07:22

Em criança, eu só resolvia o cubo mágico com batota, depois de me esforçar o máximo que conseguia: retirava os autocolantes coloridos que estavam "no sítio errado" e colocava-os no sítio certo. Nunca consegui de outra forma...
Em relação à Palavra, já fui muito mais rápida a encontrá-la, quando a lia mais vezes...
A dica de consultar o índice é simples e boa: não é isso que se faz quando se consulta uma enciclopédia (eu ainda gosto de folhear enciclopédias, apesar da utilização cada vez mais frequente da Internet para pesquisar)?

De Olívia a 05.03.2015 às 08:48

Parabéns ao Francisco, realmente resolver o dito cubo já é complicado, em 15 segundos não é para todos!!!

Eu gosto de ir escrevendo nas páginas da agenda uma passagem que me fala ao coração, muitas vezes tirada dos Salmos que lemos nas vésperas, é muito bom ver todas as tarefas da semana lado a lado com as palavras que mostram o amor de Deus tem por nós!

De Niall Power a 05.03.2015 às 11:50

Através do site www.dailygospel.org que tem versões em várias línguas, incluindo o português, recebo gratuitamente no meu e-mail, todas as manhãs, as leituras do dia e uma pequena reflexão sobre as mesmas, bem como indicações das festas oficiais dos Santos em cada dia da semana. O Daily Gospel também tem aplicações para android e iPhone . Para mim tem sido uma fonte de apoio à minha oração pessoal e, claro está, a Palavra de Deus está muito perto de mim em qualquer momento do dia i.e. no meu telefone!).
Abraços
Niall

De Teresa Power a 05.03.2015 às 13:32

Abraços, Niall! E comente sempre, que nós gostamos :)))
Love, T

De Carla a 06.03.2015 às 14:29

welcom Niall.....

De Fabiola a 05.03.2015 às 14:30

Obrigada por compartilharem essas preciosas dicas!
Estou buscando um maior conhecimento da Palavra de Deus, e com certeza irei adotá-las!
Um grande abraço!

De Anónimo a 05.03.2015 às 15:21

Www.evangelizo.org

De carla a 05.03.2015 às 20:52

Click to pray
Passo a rezar
Duas boas opçoes no telemovel oara ir rezando durante o dia. Bjs Carla

De Manuela a 05.03.2015 às 23:51

Olá!
"Passo a rezar"
"Evangelho diário 2015" - um livrinho pequenino com o evangelho do dia e comentários muito bonitos para cada leitura, que nos ajudam a converter a leitura em oração.
O site "uma família católica" - pequenas partilhas de leituras da Bíblia a partir de situações da vida diária, comuns a todas as famílias :)
Recomendo!

De Teresa Power a 06.03.2015 às 09:31

Esse último parece interessante... Vou pesquisar :)) Bjs Manuela!

De Carla a 06.03.2015 às 14:35

ah, ah ah.....

De Ana Claudia a 06.03.2015 às 20:19

Aqui usamos o Católico Orante (www.catolicoorante.com.br), também disponível em aplicativo para Android e iOS, é muito bom, além da liturgia diária tem orações e formações! Realmente percebo que quanto mais lemos a Palavra, mais temos intimidade com ela. No Novo Testamento, até tenho certa facilidade em encontrar, mas quando se trata do Antigo é mais difícil, pois não o leio muito... Parabéns ao Francisco pela agilidade com o cubo mágico! Minha irmã também sabe resolvê-lo, mas não em tão pouco tempo. Abraços, Ana

De Ana Esteves a 08.03.2015 às 23:28

Parabéns ao Francisco.

Relativamente aos algoritmos da Palavra penso que para iniciar poderíamos ser básicos e decorar o grupo de livros como por exemplo:

A Bíblia (palavra de origem grega que significa Livros) é constituída por 73 Livros dos quais:

46 Livros – Antigo Testamento

1.Pentateuco (5 livros)
2.Históricos (16 livros)
3.Sapienciais (7 livros)
4.Proféticos (18 livros)

27 Livros – Novo Testamento
1.Evangelhos + Atos dos Apóstolos
2.Cartas de Paulo + Carta aos Hebreus
3.Cartas Católicas
4.Apocalipse

De Ana Esteves a 08.03.2015 às 23:35

De seguida decoraria os livros do Antigo Testamento

Pentateuco (livros da lei/ensinamentos, os judeus chamam-no de Torá)

1.Génesis
2.Êxodo
3.Levítico
4.Números
5.Deuteronómio

Históricos (Os escritos históricos da Bíblia, pela matéria e pelos caracteres internos, são divididos em três categorias)

1.Josué, Juízes, Rute, Samuel (I e II) e Reis (I e II) relatam a história do povo de Israel desde a conquista da Palestina até o exílio na Babilônia (586 a.C.);

2.As Crônicas (I e II), Esdras e Neemias retomam essa mesma história sob pontos de vista particulares desde o reino de Davi (as idades precedentes, desde as origens do homem, estão, como que resumidas, no princípio 1Crôn 1-9 em tábuas genealógicas) até à formação da sociedade judaica depois do retorno do exílio (cerca de 430 a.C.);

3.Tobias, Judite e Ester ilustram alguns episódios notáveis dos últimos séculos (VII-V a.C.), nos dois livros dos Macabeus narra-se a resistência dos judeus contra o jugo dos selêucidas e a reconquista da soberania política (séc. II a.C.).


Sapienciais – Sabedoria de Israel – Expõem as reflexões dos sábios sobre problemas fundamentais (como a vida e a morte, o amor e o sofrimento, o bem e o mal) convidando os homens a comportar-se segundo a vontade de Deus.

1. Livro de Job
2. Livro dos Salmos
3. Livro dos Provérbios
4. Livro do Eclesiastes (Coélet)
5. Cântico dos Cânticos
6. Livro da Sabedoria
7. Livro do Eclesiástico (Sirac)


Proféticos (Estes livros recebem o seu nome do facto de cada um deles aparecer encabeçado pelo nome de um profeta – onde profeta é aquele que fala em nome de Deus. No Antigo Testamento, estes profetas costumam ser divididos em dois grupos: Profetas Maiores e Profetas Menores, segundo a sua extensão e a importância que foi atribuída a cada um deles.)

1.Profetas Maiores. São Isaías, Jeremias, Ezequiel e Daniel. O livro das Lamentações aparece como uma espécie de prolongamento do livro de Jeremias, embora já não se costume traduzir o parágrafo inicial da tradução grega que o atribuía expressamente a Jeremias. Como um segundo anexo a Jeremias temos o livro profético de Baruc; faz parte dos livros "deuterocanónicos" e é atribuído a um secretário de Jeremias, de nome Baruc.

2.Profetas Menores. Alguns apresentam-se como figuras historicamente mais definidas; é o caso de Oseias, Amós, Miqueias, Ageu e Zacarias. De outros, como Joel, Abdias, Naum, Habacuc, Sofonias e Malaquias, pouco se sabe ao certo, podendo mesmo acontecer que alguns sejam apenas nomes simbólicos da própria obra literária ou da respetiva mensagem. Jonas também aparece na Bíblia grega entre os Profetas Menores mas, na Bíblia hebraica, faz parte dos Escritos. De facto, além da narração contida no livro, historicamente nada mais se sabe acerca da personagem de quem recebe o nome.

Comentar post


Pág. 1/2




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds


livros escritos pela mãe

Os Mistérios da Fé
NOVO - Volume III

Volumes I e II



Pesquisa

Pesquisar no Blog  


Arquivos

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D