Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Parabéns, Tomás!

por Teresa Power, em 16.12.14

No céu, onde tu habitas, e cá em casa, há hoje uma grande festa: faz dez anos que nasceste! Nesse dia, pensei que eras meu. Eras tão lindo! Tinhas uns olhos azuis grandes e quase nunca choravas. Mamavas bem, dormias sem chupeta, eras o bebé perfeito...

Tomás 2.jpg

 

Um ano e meio depois, compreendi a verdade: afinal, tu não eras meu. Tu pertences a Deus, Tomás, como eu também pertenço. Foste-me confiado por Deus por pouco tempo, para me ensinares muitas coisas, e para me ajudares a crescer.

A tua passagem pela Terra foi curta, mas aos olhos de Deus, foi completa. E sabes porquê? Porque na tua simplicidade de criança, tu não fizeste senão a vontade de Deus. E o tempo é-nos oferecido para isso mesmo! Diz o salmista:

 

"Mil anos a teus olhos são como o dia de ontem, que já passou,

e como uma vigília da noite." (Sl 90)

 

Cada vez que o meu pensamento se demora em ti, sou de novo obrigada a devolver-te ao Senhor e a renunciar à alegria humana de te ver crescer, como vejo os teus irmãos. E é por isso que também te quero agradecer: tu desafias-me a viver na verdade, tomando consciência de que nada do que tenho é meu. Tu desafias-me a perder o medo, especialmente o medo do sofrimento e o medo da morte, pois agora eu sei que "dor" rima com "amor", e que a morte não passa de uma leve cortina oscilando ao vento entre duas realidades.

Que liberdade interior, quando vivemos sem medo de sofrer! Que felicidade, quando percebemos que esta vida é a madrugada da eternidade! Também eu, Tomás, caminho em direcção a Casa, essa Casa onde um dia nos encontraremos em Deus, e então seremos tão felizes!

Reza por esta família que tens aqui na Terra. Pede ao Senhor que, como tu, também cada um de nós seja santo. Parabéns pelo que és, Tomás Emanuel!

DSC00104.JPG

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 06:12


14 comentários

De Isa David a 16.12.2014 às 09:01

Um grande beijinho a todos neste dia...

De Sónia a 16.12.2014 às 09:07

Um xi-coração apertadinho querida família Power!

De Catarina Silva a 16.12.2014 às 11:47

Não tenho palavras Teresa...Que Amor tão grande esse que liberta!
Um abraço apertado.

De Vóvó a 16.12.2014 às 12:11

Meu menino que tantas vezes te embalei....tu estás comigo também e olhas por cada um de nós.
Tua vóvó.

De gralha a 16.12.2014 às 12:24

Um abraço a toda a família Power.

De maria da conceição simões a 16.12.2014 às 14:22

Querida família
Que grandes lições de amor. Não tenho palavras. Só sei agradecer.
Deus vos continue sempre a abençoar.
Beijos da
São

De Rogério Ribeiro a 16.12.2014 às 18:26

Lindo!

De maria joão da luz a 16.12.2014 às 19:09

Um grande beijinho Teresa e toda a família.
Mesmo sem nos conhecermos "ao vivo", trago-vos no coração e orações.
Obrigada por tudo.
Maria João da Luz

De sara isabel a 16.12.2014 às 19:37

Um grande beijinho para toda a família. Gostaria muito de ver as coisas dessa forma quando alguém que amamos muito parte, mas pelo menos para mim não é assim tão fácil.
Um grande abraço neste dia tão especial.

De Joana Morais da Rocha a 16.12.2014 às 21:07

Teresa, dou muitas graças a Deus por poder lê-la. A Teresa tem uma clareza de espírito, uma dignidade que me me comove.
Um beijo especial pelo dia de hoje. O Tomás toma conta de vós todos.

Abraço,
Joana

Comentar post


Pág. 1/2




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds


livros escritos pela mãe

Os Mistérios da Fé
NOVO - Volume III

Volumes I e II



Pesquisa

Pesquisar no Blog  


Arquivos

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D