Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


De olhos vendados

por Teresa Power, em 25.11.14

"Abraão! Abraão! Deixa a tua terra, a tua família e a casa do teu pai, e vai para a terra que Eu te indicar." (Gn 12, 1)

 

O chamamento de Abraão é a primeira narrativa histórica do Livro do Génesis. Para trás, ficam os contos e as parábolas sobre a Criação do mundo. Abraão é o primeiro homem histórico de que temos registo capaz de escutar a voz única e inconfundível do Criador, e de Lhe responder "Sim".

 

- Mas Abraão via Deus? - Queriam saber os mais pequeninos, na sala da Lúcia, na catequese.

- Não, não via, apenas ouvia. Era uma voz paternal, forte, profunda, que Abraão ouvia com os ouvidos do coração...

- Ah! E ele obedeceu a Deus?

- Sim. Abraão obedeceu, seguindo a voz que ouvia, mesmo sem ver. Vou mostrar-vos como foi!

E o catequista da Lúcia chamou uma menina, vendou-lhe os olhos e começou a dar-lhe instruções:

- Para a direita! Agora em frente... Dois passos... Isso. Para a esquerda... Boa! Agora podes sentar-te... Ena, acertaste! Tira a venda: estás sentada na minha cadeira!

A Lúcia regressou a casa eufórica com este jogo tão simples.

- Vês, mãe, já sei como é obedecer a Deus! É como jogar à cabra-cega!

cabra-cega.JPG

 Fiquei a pensar nas palavras da Lúcia. Como ela tem razão! A vida assemelha-se tantas vezes a um caminho que percorremos de olhos vendados, totalmente incapazes de vislumbrar o que fica para além da próxima colina ou da curva seguinte... De olhos vendados, sem GPS e sem trilhos marcados, resta-nos apurar os nossos ouvidos interiores e escutar.

 

- Nós temos bem mais sorte do que Abraão - Expliquei eu aos meus catequisandos, mais velhos que a Lúcia.

- E porquê?

- Porque temos mais formas de escutar a voz de Deus...

- Claro! Temos a Bíblia!

- Sim, temos a Bíblia. Milhões e milhões de Palavras de Deus, que podemos escutar sempre que quisermos! Além disso, temos a Igreja, que se esforça por estar atenta ao Senhor, traduzindo a sua Palavra para cada geração. Precisamos de estudar o Catecismo! Se lermos as cartas papais, se lermos as suas catequeses semanais e homilias diárias, por exemplo no site do vaticano, não nos vamos perder no caminho. Naturalmente que, sem a oração pessoal, nenhuma destas palavras, da Bíblia ou do Papa, farão caminho dentro de nós...

 

Oração pessoal, meditação da Bíblia, Catecismo da Igreja Católica: três formas de escutar a voz de Deus! Depois, é preciso abandonar a nossa terra, a nossa zona de conforto, o nosso pecado, os nossos sonhos, os nossos projectos pessoais, e lançarmo-nos à estrada. De olhos vendados, mas de coração atento, saibamos imitar o nosso pai na fé, Abraão, e como ele, montar a nossa tenda no Coração do Senhor...

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

As estrelas e o Sangue de Jesus

por Teresa Power, em 31.03.14

Sempre me encantou a história de Abraão, o fundador do povo hebreu. Imagino a sua surpresa quando Deus, fazendo ouvir a sua voz com clareza cristalina no mais íntimo do seu coração, lhe prometeu:

 

"Conta as estrelas do céu, se fores capaz... Terás mais descendentes do que há estrelas no céu ou areias na praia!" (Gen 22, 17)

 

Olhar para o céu e contar as estrelas é uma paixão cá em casa. Quando, aos serões, passeamos no jardim e contemplamos a noite, como já dissemos aqui, costumamos cantar este pequeno cântico, que compus na quaresma alguns anos atrás:

 

Lá                                              Mi

"Eis-me aqui (eis-me aqui), vou subir (vou subir)

Mi7                           Lá

À montanha do Senhor!

Lá                                                  Mi

Jerusalém (Jerusalém) a tua porta (a tua porta)

Mi7                     Lá

É Jesus, o Salvador!

 

                  Fá#m                            Sim

Conta as estrelas que brilham no céu!

                   Mi                              Lá

Assim é o povo que Deus escolheu!

Fá#m                      Sim    

Nele serão abençoadas

Mi7

todas as nações da terra...

 

Em Jerusalém, Senhor, Tu entraste

Cordeiro Pascal, por mim Te imolaste!

Abriste a Porta das Ovelhas

Quem por Ti passar, a vida há-de achar..."

 

Aproxima-se a celebração do dia em que Jesus, qual Cordeiro Pascal, entrou em Jerusalém. Uma das doze portas da cidade chamava-se a Porta das Ovelhas, e Jesus pregou perto desta porta, segundo Jo 5, 1-2. Era por esta porta que entravam os rebanhos destinados aos sacrifícios no Templo. Um dia, Jesus disse assim:

 

"Eu sou a Porta das Ovelhas. Quem entrar por Mim será salvo. Entrará e sairá e encontrará pastagem." (Jo 10, 9)

 

Jesus, o Cordeiro de Deus, abriu-nos a Porta das Ovelhas. E abriu-a ao derramar todo o seu sangue, no verdadeiro sacrifício do Templo do seu Corpo. Da sua entrega de amor nasceu o novo povo de Deus, esse povo numeroso como as estrelas. Cada gota do sangue de Jesus lançou no céu uma nova estrela cintilante! A promessa que Deus fez a Abraão realizou-se plenamente no mistério da Cruz. Nunca nos esqueçamos do preço do nosso resgate! Se no Céu de Deus brilham milhões de "estrelas", é porque Jesus nos amou até à loucura de dar a vida por nós.

Contemplemos então o céu nocturno, pensando no outro Céu... Sabendo que cada "estrela" custou a morte de Jesus!

Escutem e cantem connosco...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:47



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds


livros escritos pela mãe

Os Mistérios da Fé
NOVO - Volume III

Volumes I e II


Posts mais comentados


Pesquisa

Pesquisar no Blog  


Arquivos

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D