Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Os trava-línguas da Bíblia e as histórias do Rei David

por Teresa Power, em 21.01.16

Gostam de trava-línguas? Experimentem este, retirado textualmente do Evangelho que lemos na missa diária há uns dias atrás:

 

"Os discípulos de João guardavam jejum. Vieram perguntar a Jesus: «Por que motivo jejuam os discípulos de João e os teus discípulos não jejuam?» Respondeu-lhes Jesus: «Podem os companheiros do noivo jejuar enquanto o noivo está com eles?»" (Mc 2, 18-22)

 

Se conseguirem ler todos os "j" como deve ser, e ler "Jesus" com "s" e não com "j" no meio também, estão de parabéns! Cá em casa, bem nos esforçámos por ler direitinho o Evangelho, mas não tivemos êxito. Fomos passando a leitura de uns para os outros, e as gargalhadas já eram tantas, que desistimos.

- Ah, então os judeus jejuam com João, mas não jejuam com Jesus! - Dizia o Francisco, brincalhão, no meio da festa.

- E quando Jesus partir, jejuarão - Acrescentava a Clarinha, também muito divertida.

Sim, cá em casa brincamos com a Bíblia, com todo o respeito que a nossa inocência e a nossa simplicidade nos permitem. Deus tem um grande sentido de humor, e gosta da nossa alegria! Depois de um trava-línguas tão engraçado, nenhum de nós se esquecerá desta passagem...

E os nomes? Já repararam na abundância de nomes que as leituras da missa diária ultimamente nos oferecem? Elcana, Fenena, Abiatar, Eliab, Aminabab... Quando os lemos cá em casa, não evitamos uma gargalhada. E às vezes, para os meninos estarem com atenção, fazemos o jogo: "Quem consegue memorizar os nomes na leitura que vou fazer?"

Bem, e ainda nos podemos divertir com os pormenores de alguns episódios. Há poucos dias lemos como Saul se tornou rei enquanto procurava as suas jumentas, ontem lemos como David venceu Golias com uma fisga, e agora, preparem-se, vêm aí os episódios mais divertidos, de como David poupou Saul à morte (não vos conto como foi, mas digo-vos já que vale a pena descobrir) e como Absalão foi morto. Cá em casa, estes episódios fazem furor!

Enfim, de brincadeira em brincadeira, de jogo em jogo, vamos memorizando a Palavra de Deus. Depois, com todo o respeito, beijamo-la, e colocamo-la de novo no Canto de Oração. E conversamos longamente sobre ela.

Tudo isto para vos dizer: não percam as histórias do Rei David, que todos os dias as leituras da missa nos oferecem, neste início de ano! David foi um grande santo, mas também um grande pecador. Disse o Papa Francisco ontem, na homilia, que David nos ensina esta grande verdade: "Não há santo sem passado, não há pecador sem futuro." David pecou muito, mas arrependeu-se muito também, chorou o seu pecado até ao fim da sua vida, e aceitou como merecidos todos os seus infortúnios. Longe de desbaratar a graça recebida, David lavou o seu pecado na misericórdia de Deus e mudou radicalmente o seu caminho. Profundamente humilde, louvou e amou a Deus como poucos. E talvez com exceção de Moisés, não há no Antigo Testamento personagem mais querido do Senhor.

Possa a nossa "telenovela" diária ser a Palavra do Senhor, no meio de alegria, de brincadeira, de oração, de meditação, de muita e profunda conversa! Nos serões familiares, com os mais novos ao colo, imitemos os passarinhos que levantam voo em bando, uns atrás dos outros, uns protegendo os outros, uns puxando pelos outros... em direção ao Coração de Deus...

bando no céu 1.JPG

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

De novo a família real

por Teresa Power, em 29.03.14

- Rei David, rogai por nós! - Reza o David todas as manhãs e todas as noites, cheio de orgulho. Na verdade, ter por padroeiro um santo que foi também Rei de Israel não é para todos!

 

Reis, rainhas, príncipes e princesas... A Bíblia está recheada de histórias de encantar! Amanhã, quarto domingo da quaresma, iremos escutar na missa o início do capítulo 16 do 1º Livro de Samuel. Veremos como o profeta Samuel foi visitar Jessé, um homem simples do campo, a pedido do Senhor. Jessé apresentou ao profeta sete dos seus oito filhos, todos rapazes altos, fortes e belos. Mas nenhum deles era o escolhido de Deus. Finalmente, Jessé mandou chamar o mais novo, o pastorinho David. Pequeno, ruivo, ainda a "cheirar a ovelha", como convém aos pastores (assim alertou o papa Francisco aos bispos!), David veio conhecer Samuel. E Samuel escutou em seu coração: sim, é este o eleito!

O pastorinho David tornou-se rei de Israel. O salmo 88 (89) proclama:

 

"Concluí uma aliança com o meu eleito,

fiz um juramento a David, meu servo:

Conservarei a tua descendência para sempre,

estabelecerei o teu trono por todas as gerações."

 

Da sua descendência nasceu José, que deu o seu nome a Jesus e que O ajudou a crescer, como todos os pais fazem. O nosso Deus é o Deus que dos pastores faz reis, e que dos meninos pequenos faz grandes homens. O nosso Deus, proclamou  Maria no seu Magnificat, olha para a humildade e abate a soberba.

Sentimo-nos pobres, pequenos e mal-cheirosos diante do Senhor? Não nos preocupemos, pois a família real de Deus é mesmo assim!

 

Há dois anos, contei cá em casa a história da unção de David e o nosso pároco pediu para filmar, publicando o vídeo no Youtube. Fica aqui o vídeo, para que aí em casa se conte esta história também!

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:32



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds


livros escritos pela mãe

Os Mistérios da Fé
NOVO - Volume III

Volumes I e II


Posts mais comentados


Pesquisa

Pesquisar no Blog  


Arquivos

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D