Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Voar contra o vento

por Teresa Power, em 29.05.14

- David, no verão vamos para o campo de futebol lançar aviões. Vou aprender a construir um pequeno avião estas férias, e tu vais ajudar-me!

- Ena, Frankie, ainda melhor que o carro de rolamentos!

- Sim, e vais ajudar-me a pô-lo a voar!

- Claro!

- Temos de aproveitar um dia de vento.

- O vento empurra o avião para cima?

- Pelo contrário! Sabes que os aviões descolam e aterram contra o vento?

Eu escutava distraída a conversa entre os dois rapazes, enquanto estendia roupa. A última questão do Francisco deixou-me curiosa.

- Ora explica lá isso melhor! - Pedi-lhe.

O Francisco explicou-me então as leis da aerodinâmica, utilizando termos como sustentação, gravidade, etc. Não reti muito de toda esta informação, pois a física não é o meu forte. Mas entendi o suficiente...

 

Ser cristão é levantar voo contra o vento, claro! Jesus disse-o antes ainda de morrer na cruz:

 

"Vão deitar-vos as mãos e perseguir-vos, metendo-vos nas prisões; hão-de conduzir-vos perante reis e governadores, por causa do meu nome. Assim, tereis ocasião de dar testemunho. Gravai, pois, no vosso coração, que não vos deveis preocupar com a vossa defesa, porque Eu próprio vos darei palavras de sabedoria, a que não poderão resistir ou contradizer os vossos adversários. Sereis entregues até pelos pais, irmãos, parentes e amigos. Hão-de causar a morte a alguns de vós e sereis odiados por todos, por causa do meu nome. Mas não se perderá um só cabelo da vossa cabeça. Pela vossa constância é que sereis salvos." (Lc 21, 12-19)

 

Estou convencida de que o cristianismo irá renascer na Europa, exactamente por causa da perseguição que, também na Europa, se está a intensificar contra os cristãos. Sem ventos contrários, não podemos levantar voo!

No momento em que escrevo, os cristãos na Síria, na Nigéria, no Iraque e em tantas outras partes do mundo estão a ser violentamente impedidos de professar a sua fé. No momento em que escrevo, o mundo aguarda a libertação de mais de 200 meninas cristãs, barbaramente raptadas há dois meses atrás quando frequentavam a sua escola cristã; no momento em que escrevo, uma mãe sudanesa encontra-se presa por ter cometido o delito de casar com um cristão. Tal como Jesus previu, esta mulher foi entregue pelos seus familiares. Junto dela, está um filho de 20 meses; no seu ventre, o segundo filho, com oito meses de gestação. O tribunal condenou-a à morte assim que termine a amamentação do bebé que está para nascer. O que devia Miriam fazer para salvar a sua vida? Renegar a sua fé. Com uma calma e uma segurança impressionantes, Miriam diz que nunca o fará. Miriam irá levantar voo contra todos os ventos, e alcançar uma coroa de glória que brilhará por toda a eternidade. Aqui fica o link para poderem assinar a petição pela libertação desta grande mulher, feita pela Amnistia Internacional.

 

Fico a pensar na quantidade de vezes em que adio o "voo" porque os ventos estão contrários... Se nos falta o tempo, deixamos de rezar; se nos falta o dinheiro, deixamos de ajudar os outros; se o marido ou a mulher não querem ir à missa, deixamos nós de ir; se a vida corre mal, perdemos a fé; se todos fazem, fazemos também; se ninguém faz, deixamos de fazer...

De que temos nós medo? Não prometeu Jesus cuidar até dos cabelos da nossa cabeça? Com medo dos ventos contrários, perdemos a oportunidade de voar!

 

 

Celebremos a Solenidade da Ascenção do Senhor - começando já esta quinta-feira, mas em especial no próximo domingo - levantando os olhos, o coração, a mente e a vontade para esse Céu, onde só um vento contrário nos pode lançar!

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:23



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds


livros escritos pela mãe

Os Mistérios da Fé
NOVO - Volume III

Volumes I e II



Pesquisa

Pesquisar no Blog  


Arquivos

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D