Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Em verdes prados me faz descansar

por Teresa Power, em 28.04.14

"O Senhor é meu pastor: nada me falta.

Em verdes prados me faz descansar

e conduz-me às águas refrescantes..." (Sl 23/22)

 

O Domingo existe para que possamos realmente experimentar o amor do Senhor como água refrescante, como prado verdejante, como brisa suave, como repouso, alimento e conforto!

E para isso, precisamos de tempo. Tempo de eucaristia, tempo de oração, tempo de alegria, tempo de família! Deus quer que encontremos verdadeiro prazer na sua companhia, e na companhia uns dos outros, especialmente, os pais e os filhos. Passamos a semana a correr... Precisamos de respirar fundo e descansar no amor da família cristã e no amor da nossa família particular, um dia por semana. Um dia longe do mundo, e perto de Deus!

 

Ao domingo, gostamos de fazer piqueniques no jardim...

... e piqueniques no parque!

 

Às vezes fazemos obras de arte...

 

...outras, fazemos explorações!


 

Uns andam de bicicleta sozinhos...

 

... outros, acompanhados!

 

E ainda há quem pense que já é crescido e pode fazer tudo o que os manos fazem...

 

("O Francisco ensinou-me a fazer parkour. Enquanto ele salta os muros do parque, eu vou subindo esta montanha!")

 

Quando estamos juntos, sem pressa, fazemos descobertas inesperadas, como esta toca de um pequeno animal:

 

E quando aprendemos a contemplar a obra do Senhor, em família, somos recompensados com pequenos presentes. Olhem só quem se atravessou à nossa frente num passeio pelo parque:

 

E lá vai ele aos saltos!

 

Precisamos de alguma disciplina para encontrar tempo de família. É preciso roubar este tempo a muita coisa! Precisamos de o roubar ao mundo e a tudo o que é mundano, ao trabalho, à lida da casa e à televisão. Mas sem este tempo, nunca iremos experimentar o verdadeiro prazer de estarmos juntos. E a verdade é que Deus gosta de Se revelar em família. Começou por o fazer com a família de Abraão, um dia revelou-Se na família de José e Maria, e hoje quer revelar-Se na nossa!

 

Os judeus têm um ditado que diz:

"Não é Israel que guarda o Sábado, mas o Sábado que guarda Israel".

Eu gosto de dizer:

"Não é a minha família que guarda o Domingo, mas o Domingo que guarda a minha família"...

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:44



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds


livros escritos pela mãe

Os Mistérios da Fé
NOVO - Volume III

Volumes I e II



Pesquisa

Pesquisar no Blog  


Arquivos

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D