Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


O mais importante

por Teresa Power, em 22.01.14

- Mamã, Religião e Moral é mais importante do que Matemática, certo?

- Certo, David.

- Então porque é que eu tenho Matemática todos os dias e só tenho Religião e Moral uma vez por semana?

 

O David tem toda a razão. O mais importante da vida é o encontro com Jesus, pois só Ele é "o Caminho, a Verdade e a Vida" (Jo 14, 6). Assim, em primeiro lugar no dia de um cristão tem de estar Deus. Claro que isso não significa que tenhamos de passar o dia de joelhos! Significa sim que precisamos de fazer tudo com Deus, na sua companhia, sob o seu olhar. A religião não pode ser um compartimento da vida sem qualquer relação com o resto, mas antes a janela que me permite olhar para o mundo. Assim, um cristão vê na matemática, na física, na biologia, nas línguas, na arte, na literatura e em todas as criações humanas o reflexo da criação divina.

 

Precisamos urgentemente de manuais escolares que transmitam a visão cristã da vida, das ciências e das artes. Precisamos de livros de matemática que não apresentem só problemas sobre lucro, compra e venda, mas também problemas sobre partilha e dádiva; precisamos de livros de física que levantem pontos de interrogação lá onde começa o universo e não tenham medo do nome de Deus; precisamos de livros de português capazes de deslumbrar os nossos filhos com poemas sobre o Natal de Jesus; precisamos de livros de História que conheçam os nomes dos sacerdotes que celebraram as primeiras missas na África e na América, a par dos nomes dos primeiros descobridores; precisamos de livros de línguas estrangeiras que na rotina diária introduzam palavras como "missa" e "oração familiar", e que, a par do ídolos da música pop e do cinema, apresentem aos alunos os grandes santos da actualidade.

 

Fundamentalista? Não. Cristã. Coloquei os meus filhos numa escola católica, onde se aprende a ser cristão. Estou muito feliz por isso. Mas faltam manuais cristãos em Portugal. E como é sabido, nenhuma educação é neutra, nem nenhum manual é neutro. Todos têm por detrás uma determinada visão da vida. Porque não há-de surgir no mercado também a cristã? Não haverá cristãos entre os autores dos manuais? Tenho direito a que o cristianismo atravesse todas as áreas das vidas dos meus filhos, incluindo o estudo. Não para lhes limitar o pensamento, mas para o alargar até ao infinito. Porque limitado e censurado já ele está, nesta sociedade que tem medo dos crucifixos e medo de pronunciar o nome de Jesus em público. Imaginam algum dos nossos políticos pedir a ajuda de Deus para governar? Somos demasiado evoluídos. Isso só nos Estados Unidos...

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:59



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds


livros escritos pela mãe

Os Mistérios da Fé
NOVO - Volume III

Volumes I e II


Posts mais comentados


Pesquisa

Pesquisar no Blog  


Arquivos

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D