Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Um sonho lindo

por Teresa Power, em 20.05.14

Na manhã seguinte ao funeral do Tomás, o pequeno Francisco entrou de rompante no nosso quarto. Vinha com um sorriso luminoso, tão diferente das lágrimas que durante todo o dia anterior lhe marcavam as faces.

- Mamã, tive um sonho lindo! - Exclamou.

- Então? Conta!

- Foi um sonho com muitas cores. Um sonho muito verdadeiro. Parecia mesmo a sério! Tu estavas igual, eu estava igual, todos estávamos iguais, mesmo verdadeiros. Tu estavas sentada aqui, na tua cama, e tinhas o Tomás ao colo. Mas não estavas triste! Estavas a rir à gargalhada, muito, muito feliz. E o Tomás estava a bater palminhas e a rir também à gargalhada. E então eu entrei no quarto e tu disseste-me: "Olha, Francisco, o Tomás está curado! E nunca, nunca mais vai ficar doente!" E todos saltámos de alegria, e tu abraçavas-nos a todos...

Mais tarde, o Francisco repetiu o sonho ao pai e à Clarinha; depois à avó. E se lhe perguntarmos hoje como foi aquele sonho, ele repete-o da mesma forma e com a mesma clareza.

O sonho do Francisco foi muito mais do que um sonho; foi uma mensagem de Deus! O Francisco andava muito triste e não percebia bem o que se passara com o seu irmãozinho. Aquele sonho foi a forma de Deus lhe explicar, com imagens simples e acessíveis à sua mentalidade infantil, o que é o céu.

 

Vale a pena transcrever aqui o testemunho de Gianna Molla, a mãe santa que, aos 39 anos de idade, deu a vida para que a criança que trazia no ventre pudesse viver. Na véspera da sua morte, num sofrimento atroz, Gianna teve uma visão muito semelhante à do Francisco. O marido conta assim:

 

"Na quarta-feira de manhã, com uma serenidade tão suave que me parecia quase ultraterrena, Gianna disse-me: «Pietro, agora estou curada. Pietro, eu já estava do lado de lá; se tu soubesses o que vi! Um dia to direi. Mas, como nós éramos demasiado felizes, estávamos demasiado bem com os nossos meninos maravilhosos, cheios de saúde e de graça, com todas as bênçãos do Céu, mandaram-me cá para baixo para ainda sofrer, porque não é justo apresentar-se ao Senhor sem muitos sofrimentos» Foram as últimas palavras que me dirigiu." (Santa Gianna Beretta Molla, O Amor Maior, Edições Paulinas, página 168)

 

O sonho do Francisco e a visão de Gianna dão-nos uma imagem do céu muito diferente daquela que geralmente temos, com anjinhos a cantar glórias. O céu, Francisco, é uma família a rir à gargalhada! O céu é uma criança curada de todas as suas chagas! No céu, encontrarmo-nos-emos todos num amor maior, e os laços de ternura que construímos aqui serão fios de luz a ligar-nos uns aos outros e a brilhar como estrelas! No céu, diz o Apocalipse,

 

"Deus enxugará todas as lágrimas dos seus olhos; e não haverá mais morte, nem luto, nem pranto, nem dor." (Ap 21, 4)

 

Se acreditamos nisto, e se eu acredito no sonho do meu filho mais velho, então o tempo que o Tomás não teve, as brincadeiras que o Tomás não brincou, os beijos, as palavras, o amor que o Tomás não conheceu, não estão perdidos para sempre. De uma forma misteriosa, que agora não entendemos, tudo será recuperado, vivido e transfigurado. Porque em Deus, tudo existe eternamente... Ah, o céu! Que maravilha, pensar de vez em quando naquilo que Deus preparou para nós...

 


 (última foto do Tomás antes de adoecer - Natal de 2005)

                              A Deus, Tomás!

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:33


3 comentários

De Maria amélia castel-Branco a 20.05.2014 às 14:05


Na verdade quando o meu neto Francisco me contou o sonho e como tinha visto o Tomás, nada comentei e só passados uns dias é associei a uma mensagem de Jesus para ele. A Clarinha estava â espera que o corpo levantasse voo para ir para o céu....desde aí vejo o meu neto num plano mais elevado, isto é, sei que ele está bem e sei que ele me ajuda.
Um outro neto meu ,filho doutra filha também teve um problema muito complicado. Horas muito difíceis e dias com muita dor. Pedi ao Tomás para pedir ao Jesus para interceder por ele, pelo Francesc, e com a ajuda dos médicos e tanta gente mais ....do Senhor ele está bem. Tem agora 7 anos e adeceu com 4 e meio. Linfoma de Burkitt.

De Olívia a 20.05.2014 às 15:39

Querida família os dois últimos testemunhos deixaram-me sem palavras e muito emocionada.
Quem é cristão acredita que a morte não é o fim, mas o início de uma vida nova junto do Pai, mas quando se passa por estas situações tendemos a deixar que a dor tome conta do nosso coração, a perguntar porquê...
a vossa forma de encarar esta passagem da vida terrena para a vida celeste encheu-me o coração.
Na verdade se amamos e acreditamos temos de saber aceitar e louvar o Senhor! Parece simples, mas não deve ser...

De Carla Mariz a 23.05.2014 às 00:57

Olá Teresa, depois do Miguel adormecer e antes de apagar a luz, vim ao teu blog e acabei por chorar com os posts sobre o Tomás. Coincidência das coincidencias, o teu Tomas partiu e no mesmo dia, 2 anos mais tarde, o meu sobrinho Tomás nascia.... E no dia do funeral do teu Tomas, dia 20 de Maio, 6 anos antes, uma nova família nascia, hoje com 3 rebentos. E eu que nesse dia estava triste porque iria estar sozinha até à noite, até o avião aterrar, vejo hoje o quão egoísta fui.... Bem haja por tudo e pela nossa amizade... Que a tua luz ilumine sempre os nossos caminhos....

Comentar post




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds


livros escritos pela mãe

Os Mistérios da Fé
NOVO - Volume III

Volumes I e II



Pesquisa

Pesquisar no Blog  


Arquivos

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D