Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Uma caixa cheia

por Teresa Power, em 31.08.15

- Mãe, mãe, vem ver o que eu encontrei em Náturia! Vem depressa! Vem depressa!

Corro para o jardim.

- O que foi, Lúcia?

- Amoras! Tantas, tantas! Olha, posso levar uma caixa para trazer para todos?

- Claro. Leva esta.

Dez minutos mais tarde, nova algazarra:

- Mãe, mãe, olha só! Tantas! Tantas!

Espreito para dentro da caixa. Escondo um sorriso para não ofender a Lúcia. Querem espreitar também?

DSC04088.JPG

DSC04089.JPG

 A verdade é que, alertados pelos gritos de entusiasmo, o David, a Sara e o António correram para o jardim; e contagiados pela alegria da Lúcia, também concordaram que a caixa estava cheia de amoras escuras e doces. Com jeitinho, cada um deles tirou uma amora da caixa, que saboreou delicadamente, e - surpresa! - ainda sobraram amoras! Deu para outra ronda e deu para a mãe também provar...

A enorme crise de migração que estamos a viver nestes dias na Europa revela-nos a dificuldade, também enorme, que temos em partilhar. Cada um dos países deste velho continente tem muito mais do que uma caixa cheia de amoras para dar... No entanto, continuamos a achar que, se dermos tudo, ficaremos sem nada.

Ah, dois mil anos de cristianismo não chegaram para nos revelar o rosto de Deus! O nosso Deus é o Senhor da multiplicação, o Deus da abundância, e para fazer milagres só precisa que lhe ofereçamos o pouco que temos, com amor. A Jesus, bastaram cinco pães e dois peixes oferecidos por um rapazinho generoso. Sabem o que aconteceu então?

 

"Então Jesus tomou os pães e, tendo dado graças, distribuiu-os pelo que estavam sentados, tal como os peixes, e eles comeram quanto quiseram. Quando se saciaram, disse aos seus discípulos: «Recolhei os pedaços que sobraram, para que nada se perca.» Recolheram, então, e encheram doze cestos de pedaços dos cinco pães de cevada que sobejaram aos que tinham estado a comer." (Jo 6, 11-13)

 

Felizmente, há cada vez mais gente disposta a aceitar o desafio da multiplicação e a experimentar o poder imenso do amor...

Senhor, transforma o nosso coração de pedra num coração de carne, generoso e disponível, capaz de partilhar, de acolher e de amar como Tu sempre fazes! Senhor, dá-nos a audácia para sermos verdadeiramente cristãos, e experimentaremos na nossa vida os teus milagres de amor. Ámen!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 06:08


Comentar:

CorretorEmoji

Notificações de respostas serão enviadas por e-mail.

Este blog tem comentários moderados.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds


livros escritos pela mãe

Os Mistérios da Fé
NOVO - Volume III

Volumes I e II



Pesquisa

Pesquisar no Blog  


Arquivos

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D